1 – A sua importância nos dias de hoje

    A avaliação psicológica é um procedimento pelo qual um psicólogo especializado recolhe informações sobre o paciente através de exames e entrevistas, a fim de avaliar o funcionamento e as competências do paciente.

    A avaliação psicológica irá facilitar a intervenção terapêutica, ajudando o paciente a autoconhecer-se nos vários contextos da vida através de respostas a questões importantes. É um processo que visa compreender e ajudar as pessoas a lidar com os problemas.

    A avaliação psicológica é realizada para que o paciente aprimore o conhecimento sobre si mesmo.

    2 – Em que consiste uma avaliação psicológica?

    A avaliação psicológica permite compreender a estrutura da personalidade e o funcionamento mental do paciente, através da utilização de instrumentos e técnicas de avaliação devidamente validados para a população em causa, nomeadamente através de testes psicológicos, entrevistas, observação direta, questionários de personalidade, inventários de interesses, escalas de avaliação do comportamento e medidas psicofisiológicas, entre outras.

    Avaliação psicológica_consulta

    A avaliação psicológica é realizada através de entrevistas, testes psicométricos, registos e observações:

    • Nas entrevistas e testes psicométricos são recolhidas informações sobre diferentes aspetos da vida do paciente. Além do conteúdo das respostas, é também analisada a sua linguagem não-verbal, a maneira como fala, o tom, as expressões faciais e os gestos que acompanham o discurso.
    • Os registos e observações são os dados que o psicólogo obtém como resultado das perguntas feitas durante a entrevista.

    Todos estes elementos irão ser úteis na preparação da intervenção psicoterapêutica.

    Existem dois tipos de entrevistas, dependendo do objetivo pretendido nesta fase:

    • Entrevistas estruturadas, que correspondem geralmente a baterias de perguntas com uma seleção de respostas fechadas.
    • Entrevistas não estruturadas que se caracterizam pelo recurso a perguntas abertas que permitem que uma maior liberdade nas respostas que o paciente pode dar.

    3 – Porque são feitas avaliações psicológicas?

    As avaliações psicológicas são realizadas para que o paciente aprimore o seu conhecimento sobre si mesmo, favorecendo assim a sua tomada de decisão em relação ao trabalho, família, vida social e conjugal.

    Recomenda-se que o paciente compareça a uma sessão prévia à avaliação para ter um primeiro contacto com o psicólogo que a irá conduzir.

    4 – Como o paciente poderá sentir-se durante uma avaliação psicológica?

    Avaliaçáo psicológica_visita

    Durante as fases no processo de avaliação psicológica, o paciente é previamente informado sobre a natureza do processo de avaliação. É igualmente obtido o seu consentimento informado, com a finalidade de se identificar a natureza do problema ou das queixas que o levam a pedir ajuda. Antes do processo de avaliação se iniciar estabelece-se uma relação terapêutica de confiança que visa facilitar a integração do paciente no processo, colaborando na obtenção dos objetivos propostos a fim de se dar início à terapia ou encaminhamento para outras áreas de saúde em específico.

    5 – A importância da avaliação psicológica

    A avaliação não é um processo separado da psicoterapia.

    O psicoterapeuta nunca irá cessar de investigar e analisar tudo o que o paciente diz, as emoções que expressa e a forma como elabora as diferentes temáticas da sua vida.

    A avaliação consiste em explorar e esclarecer o que está a acontecer com a pessoa, em cada momento da terapia.

    O que está a acontecer agora?

    • Como chegou até onde está atualmente?
    • Que experiências influenciaram o problema?
    • Qual é a gravidade do que está a acontecer consigo?
    • Sob quais circunstâncias o problema apareceu?
    • O que faz quando o problema aparece?

    A avaliação psicológica é essencial para identificar e nomear o que está a acontecer no aqui e agora com o paciente. É uma forma indispensável de implementar medidas curativas e preventivas através de métodos de tratamento direcionados para os mais diversos tipos de patologias. 

    A avaliação psicológica é implementada também como ferramenta de tomada de decisões no âmbito jurídico, na área da neuropsicologia, orientação vocacional e profissional, avaliação de condutores, etc.

    6 – Instrumentos de avaliação

    Avaliação psicológica_consultas

    Assim como quando uma pessoa está com dor no ombro e quando vai ao hospital e faz um raio-X para se perceber qual a origem da dor, quando alguém vai ao psicólogo o profissional irá também realizar um ” raio-X emocional” para se perceber o que está a acontecer com o paciente.

    Para isso, o psicólogo utilizará tanto entrevistas e testes de avaliação geral quanto instrumentos de avaliação mais específicos.

    Os instrumentos que o profissional utilizou devem ser testes ou entrevistas confiáveis, válidos e padronizados.

    7 – Análise funcional

    A análise funcional é o teste mais confiável da avaliação psicológica. Significa olhar não apenas para a sintomatologia do paciente, mas também prestar muita atenção em como este problema está a apresentar-se neste momento.

    A sintomatologia depressiva numa criança não tem nada a ver com a de um adolescente, um adulto ou com a forma como uma depressão será vivida por uma pessoa com 83 anos de idade.

    Numa boa avaliação psicológica, será necessário saber, não apenas o diagnóstico, mas também a forma como aquele paciente específico está a vivenciar a experiência e a repercussão da problemática do paciente na sua capacidade para viver a sua vida de forma plena e produtiva.

    O método utilizado neste processo é a observação dos comportamentos actuais do paciente ou os comportamentos associados a toda uma história de vida do paciente.

    Este método pode ser utilizado em contexto clínico, no consultório, em contexto da vida natural, durante as relações socioculturais, na escola, em família, no emprego, através da descrição de um sonho de um filme, etc. Ou seja, o comportamento actual do paciente pode ser analisado, tanto a partir da observação dos comportamentos do indivíduo, como a partir da interpretação destes pelo paciente através dos seus relatos verbais.

    O objetivo é entender qual é a função dos comportamentos-problema no ambiente do paciente e a origem desses problemas.

    8 – Como escolher um bom psicólogo?

    Avaliação psicológica_psicologo

    Aqui estão algumas chaves que podem ajudá-lo a encontrar o melhor apoio nestes tempos difíceis:

    • Procure sempre um psicólogo qualificado, com formação em Psicologia e que esteja registado na ordem dos psicólogos.

    • Certifique-se de que ele está habilitado e qualificado como Psicólogo Clínico ou Psicólogo da Saúde.

    • Certifique-se de que o seu espaço de trabalho reúne as condições necessárias para que possa desenvolver as consultas de forma segura e privada.

    Pergunte em qual área o psicólogo é especializado (por exemplo: comportamento alimentar, crianças, casais, etc.) e se a corrente teórica que segue é baseada em evidências científicas.

    • Uma vez iniciada a sessão, não hesite em perguntar a duração aproximada do tratamento, a metodologia que vai utilizar ou porque lhe dá uma determinada tarefa ou exercício.

    Leave a comment

    Fale connosco!
    1
    Precisa de ajuda?
    Scan the code
    Olá, como podemos ajudar?